Abraço meuEncontrei um abraço que me cabe
Matei saudade, criei amor,
Me fiz lápis de cor
E no calor de um carinho
Pinto a cada dia um pedacinho
[da sua realidade.
Certo, às vezes sou saudade,
Normalmente sou calor, amor,
Me refazendo em seu abraço
Que me coube, sem temor,
Ultimamente sou alegria
Pintando seu dia a dia
Com as gotas do nosso amor,
Amor!

Nairon J. Alves
Novembro, 11, 2013 às 22h25min.