prédios brancosPor do sol ao teu lado
E o céu como espelho
Do outro lado eu vejo, cansados,
Prédios brancos manchados do tempo

Minha mão te afaga
Enquanto meus lábios te beijam
Debaixo da sombra
De um sol que se deita

“Você é o meu Amor!”
Seus lábios dizem a brisa
Enquanto a minha face ruboriza
E com a cabeça levemente eu digo “Sim!”

E assim,
Um por do sol ao teu lado
Faz meu coração ficar tranquilo
O meu corpo ficar calmo
Já que o meu Amor está comigo.

Nairon J. Alves
Outubro, 01, 2013 às 03h52min.