pertencerEntão, que não espere
Que se aquiete, que se acalme
Que me abrace e entrelace nossas mãos
Pois já não temos tanto tempo

E já não sou só mais sorrisos
Sou sorriso e felicidade
Com um calor de uma metade
Que nem sabia me pertencer

Então, quase que despercebido
Se despeça com um beijo
um abraço, um sorriso
Mas ao partir deixe seu cheiro comigo
Para que não eu sinta tanta saudade
Apenas você aqui; metade de mim

Nairon J. Alves.
Julho, 23, 2012 às 23h46min.