MoradiaVem Saudade,
Faz do meu peito moradia,
Grita para os meus lábios sorria
Só por mais uma nova manhã.

E amanhã,
Despeça-se com gentileza,
Leve contigo a tristeza
Devolvendo-me o calor.

Porém, Saudade,
Não se esqueça,
Haverá sempre um lugar para você
E quando quiser voltar,
Entre um abraço e outro,
Eu sinta o ardor gostoso,
Que é você em mim,
Por deixar o amor ir
E sorrir com saudade
Ao voltar.

Nairon J. Alves
Julho, 11, 2013 às 00h19min.