Um suco para doisUm suco para dois
E um abraço apertado,
Desconhecido o olhar do outro lado
Com um encanto familiar.
Eu busco a paz de um sorriso,
Um pouco tímido,
Até sem graça, talvez,
Seguro as mãos,
Escondo o nervosismo,
E mudo o jogo,
Conto histórias e crio lembranças,
E assim esquecemos-nos do tempo,
Que passa rápido, feito vento,
Sem me deixar perceber.
Um suco para dois,
Um beijo, um cheiro e um abraço apertado.

Nairon J. Alves.
Março, 11, 2013 às 00h54min.