A cor da luz em seus olhos
Como o sol brilhando ou o céu azul,
Gostas de querer no vento carinhoso
E verde preguiçoso que se deita no jardim.
Talvez, puro, carmim de flores que nascem
E brotos que despertam pra você,
Não sei desenhar, apenas escrever
Mas consigo ver, na melancolia
Toda a sinestesia do novo que vem.
Ainda que as maledicências,
De alguns dias ruins
Nos tire dos eixos,
Terei como guia,
Ou estrela mãe dos meus dias
A cor da luz em seus olhos.
Como um sol, brilhando só pra mim.

Nairon J. Alves
Março, 01, 2012 às 09h16min