Era uma vez… Uma vez que não é mais,
Em um mundo de sonhos quebrados,
Nada faz sentido, nada faz, jaz,
Padece em sombra, espera a paz.

No relógio que os ponteiros giram ao contrário,
O tempo só volta no reflexo do espelho,
Colei meus sonhos, quebrei meus medos,
Partes de metades diferentes, perdido.

É difícil falar em felicidade, feliz, eu nunca fui,
Fui o que não era pra ser, fui sonhador.

Caminhando entre veredas da minha vida
Cheguei a ver, mas não estava lá,
No fim do caminho percebi,
Eu me vi pela janela, fugi, fugi da felicidade.

É hora de milagres, o tempo arde, nada,
Nada mesmo faz sentido, um dia,
Quem sabe? Cabe ao coração me fazer sorrir.
Hipocrisias à parte, eu sei que fui feliz.

Nairon J. Alves