Deite sobre mim toda a sua fúria
Aguentarei seus erros, seus medos, suas lamurias
Serei teu anjo, sua proteção, dê-me sua mão
Serei seu chão, pode sonhar

Sorria para mim a sua gloria
Cantarei rimas, contarei histórias
Estórias dos que fomos, somos, seremos
Enquanto o ponteiro do tempo, roda, roda e roda…

E que o vento da vida passe suave
Para que eu te livre da insegurança
Sorria, seja criança, só por te amar

E ainda que não possa
Deseje, não tema partir, ir, ficar
Pois ainda que longe, eu sinto perto
Tudo o que é certo, você, em mim

Por fim, já não sei mais
Te direi que “eu te amo”
Não te deixarei jamais,
Um beijo, Amor!

Nairon J. Alves